Blog

Comida para viagem: opções para não passar fome

Viajar é sempre um momento muito interessante e divertido, porém alguns pontos não podem ficar de fora do seu planejamento. Um exemplo disso é a comida que você deve levar para viajar e não passar fome.

Claro que isso depende de diversos fatores, desde a duração total da viagem até o tipo de automóvel usado. Porém, depois que você tem acesso a essas informações, chegou o momento de arrumar a sua mala, e, consequentemente, o seu lanche da viagem.

Além disso, é interessante levar em consideração os seus gostos e a sua rotina ao viajar. Quando você viaja, costuma ficar com muita fome ou enjoado? Levar comidas não é o suficiente, pois precisa ser uma opção leve, evitando momentos de enjoo ou passar mal, no geral.

Por isso, saiba que ao planejar a sua viagem, as roupas, sapatos, documentos e itens de higiene são tão importantes como o seu lanche do trajeto.

Saiba o tamanho do trajeto

O primeiro passo para definir o seu lanche da viagem é identificar o tamanho do trajeto que será percorrido. Além disso, outros fatores devem ser levados em consideração, a exemplo da companhia (se com crianças ou não), pois o lanche deve servir para todos.

Outro ponto muito importante é se alguém possui algum tipo de intolerância ou alergia. A última coisa que você vai querer para a sua viagem é que alguém passe mal por conta de um desses problemas – que muitas vezes exige a ida ao hospital.

É necessário saber também o tempo que levará para se deslocar, se serão mais de 5 horas ou menos. Em alguns casos, a viagem pode durar um dia. Lembre-se de que o lanche não é um refeição, e sim algo para não manter a barriga vazia.

Frutas costumam ser a opção mais prática, mas não todas

No geral, a opção mais prática pode ser escolher frutas, por serem perecíveis e muito saborosas. Porém, o alerta fica para a exposição ao sol, pois isso pode prejudicar a qualidade e o sabor da fruta.

Assim, as frutas não costumam estragar muito rápida, ou seja, são capazes de durar uma viagem inteira. Por outro lado, outro ponto positivo é que as frutas são ricas em vitaminas, por exemplo, com destaque à vitamina C.

Essa e outras vitaminas auxiliam na melhora da imunidade, alívio do estresse e é uma ajuda ao corpo a fim de absorver ferro. Além disso, as frutas podem ser muito variadas, agradando a todos os gostos, não se resumindo a maça e banana, por exemplo.

Sanduíches muito bem recheados

Uma outra opção do que levar para lanchar é sanduíche, que pode ter recheios variados. Isso porque as frutas são sim excelentes alternativas, mas os sanduíches podem manter por mais tempo a barriga cheia. Assim, estando mais saciado, você poderá aproveitar mais a viagem ou descansar.

O recheio deve ser a base de proteína, como frango, carne ou tofu, pois ela é a responsável pela saciedade. Além disso, inclua vegetais, como alface, cenoura, tomate, cebola e o que mais gostar.

Algumas pessoas preferem comprar patês prontos, mas nem sempre as opções industrializadas duram por muito tempo. Além disso, isso porque estragar o seu sanduíche.

Cereais também dão energia

A gente foca tanto em frutas e sanduíches que acabamos esquecendo de opções mais simples, como é o caso do cereal. Nem sempre o cereal deve ser ingerido com leite, por exemplo.

Outra opção para usar o cereal é colocar na sua salada de frutas, ou levar barrinha feita de cereal. Esses snacks são mais baratos e acessíveis do que outros, como salgadinhos industrializados que as crianças gostam.

Além de serem mais baratos, são uma excelente fonte de fibra, ajuda na saciedade e dá mais energia para continuar a viagem.

Não se esqueça da hidratação

Quando falamos em viagem, é de suma importância que se priorize também a hidratação, com água, água de coco, suco e, se possível isotônicos. Nem sempre será possível comprar água no meio do caminho, por não haver opção.

Então, já saia de casa com toda essa preparação, levando sim os lanchinhos, mas também as bebidas que visam a sua hidratação.