Beleza e Saúde

Artrite Reumatoide: dos primeiros sintomas ao tratamento

A Artrite Reumatoide é uma doença que ainda tem suas causas desconhecidas, mas que gera um grande impacto na qualidade de vida dos pacientes. Porém, com os avanços da medicina e novos estudos, é possível apostar em tratamentos alternativos e alcançar uma vida normal.

Pesquisas sobre o assunto já concluíram que a doença é bem antiga, tendo seus primeiros registros por volta de 1800. Naquela época, é bem provável que as pessoas convivessem com a dor sem encontrar um alívio.

Felizmente, essa realidade foi superada. Os médicos e profissionais da saúde mais atualizados estão investindo em capacitação e realizando cursos de cannabis medicinal — uma das novidades para o tratamento.

Continue a leitura para entender um pouco mais sobre a doença, fatores de riscos, sintomas e os melhores tratamentos!

O que é Artrite Reumatoide

Artrite Reumatoide é uma doença autoimune que se manifesta por uma reação do sistema imunológico que ataca as articulações do próprio corpo. Como consequência, o paciente sofre de dores extremas e, em muitos casos, incapacitantes.

Estamos falando de um quadro inflamatório crônico. Nesse caso, as membranas sinoviais de diversas articulações, como mãos, pés, punhos, cotovelos e joelhos, além de órgãos internos, como pulmões e rins, são comprometidos.

Em estágios avançados, a Artrite Reumatoide pode gerar deformações e alterações nas articulações, o que dificulta os movimentos e a realização de atividades comuns do dia a dia.

As causas da Artrite Reumatoide

Mesmo com todos os avanços nos estudos sobre a doença, ainda não é possível definir o que causa a Artrite Reumatoide. Entretanto, a prática médica é capaz de identificar alguns fatores de risco.

Em geral, as pessoas do sexo feminino são duas vezes mais afetadas do que as do sexo masculino. Além disso, a faixa etária em que mais se registram casos é entre 50 e 70 anos, mas há registros da forma juvenil — que se inicia antes dos 16 anos.

Outras situações, também, podem contribuir para o surgimento e agravamento do caso, ainda que essa relação não seja tão clara, como:

  • infecções;
  • predisposição genética;
  • fatores hormonais;
  • tabagismo.

Os sintomas da artrite reumatoide

A Artrite Reumatoide é uma doença com sintomas progressivos, o que é muito comum em doenças autoimunes. Aliás, seus estágios iniciais apresentam um quadro bem semelhante a outras doenças, exigindo um diagnóstico preciso do profissional.

Porém, não é raro encontrarmos pacientes em que os sintomas se manifestam de forma repentina e simultânea. Diante disso, é importante entender os sinais e procurar um médico o quanto antes. Confira!

Alterações nas articulações

Um dos sintomas mais comuns da Artrite Reumatoide são as alterações nas articulações. Em geral, elas ficam inchadas e sensíveis. Ademais, há um aumento na temperatura no local.

Dores nas articulações

As dores nas articulações são as principais queixas dos pacientes, visto que podem ficar intensas e gerar desconforto na realização de tarefas simples, como escrever, segurar um copo e caminhar.

Vale destacar que não existe um padrão e essas dores podem progredir e regredir ao longo do tratamento. Daí a necessidade de um acompanhamento médico especializado.

Rigidez matinal

A rigidez matinal é relatada em muitos casos. Estamos falando da sensação de que as articulações estão endurecidas, geralmente ao acordar — mas pode se estender por algumas horas.

O problema é mais incidente nas mãos, porém há casos de pacientes com rigidez nos tornozelos, joelhos, ombros e até na coluna. 

Nódulos reumatoides

A presença de “caroços” firmes e bem característicos sob a pele das regiões de maior atrito do corpo, como cotovelos e dedos das mãos e pés, é mais um sintoma muito registrado. 

Eles são chamados de nódulos reumatoides e, também, podem acometer órgãos internos — o que tende a ser ainda mais grave.

Cansaço excessivo, perda de peso e febre

Pacientes com Artrite Reumatoide podem enfrentar cansaço excessivo, perda de peso e ter quadros de febre. Perceba que esses sintomas são inespecíficos e encontrados em diversas doenças. Por isso, a avaliação de um profissional e o diagnóstico é tão importante.

Distúrbios do sono, depressão e ansiedade

Esse combo de sintomas é uma consequência das fortes dores enfrentadas pelos pacientes. O quatro tem impactos emocionais graves, deixando-os ansiosos, com dificuldades para dormir e, em casos mais graves, pode evoluir para a depressão.

Síndrome de Sjögren

Já se sabe que a Artrite Reumatoide pode ter relação com o surgimento da Síndrome de Sjögren. Essa doença provoca uma inflamação nas glândulas responsáveis pela produção das lágrimas, salivas, suco digestivo e secreção vaginal.

Essa situação desencadeia ressecamento e a sensação de secura na pele, boca, olhos e vagina. Cumpre destacar que, com o tratamento adequado, é possível amenizar os sintomas e ter uma vida normal.

O tratamento da artrite reumatoide

Não há cura para a Artrite Reumatoide, porém existem tratamentos que permitem ao paciente uma vida praticamente normal e sem o incômodo das dores e demais sintomas mencionados ao longo do texto.

Em geral, é o reumatologista quem faz o diagnóstico e prescreve o tratamento mais adequado para cada indivíduo. No protocolo, é possível recorrer a remédios, dieta balanceada e rica em alimentos anti-inflamatórios, além de fisioterapia.

Em relação ao tratamento medicamentoso, ele é definido conforme a fase da doença e sua gravidade. Assim, em casos mais sérios, os médicos podem prescrever anti-inflamatórios, corticoides e drogas imunossupressoras.

Lembrando que tudo deve ser avaliado de maneira individualizada e que a estratégia pode mudar, caso não haja uma boa resposta do organismo e melhoria dos sinais inflamatórios e da dor.

Há, também, casos em que a realização de cirurgia é indicada. Porém, o recomendado é investir em outros tratamentos menos invasivos antes de se tomar uma decisão mais drástica e com efeitos colaterais prolongados.

O uso da Cannabis no tratamento da Artrite Reumatoide 

Conforme mencionado, muitos estudos estão sendo desenvolvidos com o intuito de dar aos pacientes diagnosticados com Artrite Reumatoide mais qualidade de vida. E foi assim que se descobriu que a Cannabis pode ser usada como uma alternativa de tratamento.

Além de não ter os efeitos indesejados das drogas e medicamentos até então utilizados, está comprovado o usoterapêutico da planta. Nesse ponto, é importante dizer que a Cannabis já é usada no alívio de diversas outras doenças, como para dores crônicas, esclerose multiplae a insônia.

O tratamentoé bem aceito pelo organismo, apresenta poucas contraindicações e há riscos baixissimos de dependência. Assim que o tratamento é iniciado, é possível perceber a ação anti-inflamatória do canabidiol, além de sua capacidade de reduzir a resposta do sistema imunológico e as dores causadas por essa patologia.

Enfim, com a regulamentação do seu uso e cultivo no Brasil, espera-se que o tratamento se torne mais acessível e beneficie ainda mais pacientes. Isso porque, os custos de importação ainda são caros e limitam o acesso aos medicamentos.